Géssica Hellmann & Alex Oliveira

Missão: Registramos neste blog nossas pesquisas e nosso pensamento profissional sobre produção e marketing de conteúdo.



Siga-nos!

   Perfil no Google Plus Feeds RSS


Gostou? Divulgue!

Você tem um blog e gostou de nosso conteúdo? Adicione um botãozinho para nós em seu blogroll. Basta copiar o código a seguir!

O resultado será:
Pesquisa - Redação - Projetos Editoriais


Direitos Autorais

O conteúdo deste blog é protegido por direitos autorais. Se você quiser reproduzir na web qualquer conteúdo originalmente publicado aqui, lembre-se de atribuir a autoria a Géssica Hellmann & Cia. Ltda e incluir um link direto para página de onde copiou o conteúdo.
Licença Creative Commons

Licença Creative Commons
Para mais detalhes, consulte nossa página sobre Direitos Autorais

Protegido contra plágio

Protected by Copyscape Online Plagiarism Test


Tarefas para fazer o seu site vender

Arquivos: , ,

Autor: Alex Oliveira | Data: 22/03/2010 |

Há muita gente em busca de uma solução mágica para seu marketing online. De mágica em mágica, essas empresas vão experimentando um pouco de tudo e sucessivamente se frustrando com sua infindável sequência de testes.

O marketing de galho em galho

Vimos tantos casos em nossa experiẽncia que podemos descrever uma situação típica. O empresário experimenta uma campanha por links patrocinados durante dois ou três meses. Após esse período, desiste e passa a investir em e-mail marketing. Pouco tempo depois, ele desiste novamente e passa a buscar a mágica do SEO e dos rankings no Google. Mais alguns meses, mais uma desistência, e começa a especulação no mercado de mídia social. Os meses passam, o site continua não vendendo e o empresário começa a desconfiar que essa história de vender através da internet é conversa fiada.

Qual é o problema exatamente? E qual é a solução?

Para começar, podemos batizar o problema de “marketing de galho em galho”. A verdade é que nenhuma ação isolada aplicada por um período de poucos meses é suficiente para levantar do chão as vendas de um website.

Cada ferramenta, uma tarefa

O motivo é simples: cada ferramenta de marketing, seja SEO, e-mail marketing, marketing em mídia social ou qualquer outra, cumpre uma tarefa específica que só ela é capaz de realizar. Assim, quando você investe em apenas uma dessas ferramentas, você está desempenhando apenas uma tarefa e deixando em segundo plano todas as demais.

No mais das vezes, a propósito, o empresário sequer sabe qual é a tarefa que precisa ser realizada. Ou acredita erroneamente que a tarefa da ferramenta escolhida é, simplesmente, “vender”.

Isso é receita para decepção.

A função do SEO, por exemplo, é única e exclusivamente fazer o seu site aparecer nos resultados de pesquisa Google para as palavras-chaves normalmente empregadas pelos seus clientes quando querem comprar os produtos que você oferece.

Não é uma tarefa simples, nem pouco importante.

Ao contrário, se você for bem sucedido no SEO, terá cumprido uma tarefa importante para vender.

Mas é fato que você pode conquistar resultados brilhantes no SEO e, ainda assim, obter resultados pífios em vendas, porque o máximo que o SEO pode fazer é levar clientes à sua loja. E quem vai fazer a venda, efetivamente, é sua loja, não o SEO.

Um caso real de marketing integrado

Por exemplo, tivemos um cliente que reclamava que o site não vendia e decidiu nos consultar sobre a estratégia de SEO com blogs corporativos. Em seis meses no ar, o site registrava apenas 40 pedidos – média de 6,6 pedidos por mês, ou um pedido a cada 4 ou 5 dias.

Bastou uma visita ao site dessa empresa para suspeitar que o problema não era “falta de rankings no Google”, mas a ausência de uma estratégia coerente de vendas. Sob nossa orientação, o design das páginas foi inteiramente reestruturado e diversos recursos foram implementados.

Após implementar no site algumas das modificações que sugerimos, as vendas começaram a pipocar, antes mesmo de implementarmos qualquer esforço especial de otimização para o Google.

Findas as modificações iniciais, começamos a implementar a estratégia de marketing recomendada e, em dois meses, o número de pedidos explodiu. Já nos primeiros dois meses, o site gerou maior número de pedidos por mês – e maior faturamento – do que nos seis meses anteriores.

Os problemas mais sérios surgem quando você começa a ter sucesso

Foi exatamente no momento da subida astronômica no número de pedidos que o maior problema de todos apareceu: o sistema de pagamentos do site simplesmente gerava erros em uma porcentagem altíssima de pedidos! Os clientes clicavam em “gerar boleto” e o sistema não emitia o documento para pagar. Resultado: o cliente desistia da compra.

O melhor que o Google pode fazer é levar clientes à sua loja

Quando a “caixa registradora” da sua loja para de funcionar, não há ranking no Google que a faça vender!

Esse caso é exemplar sobre a fraqueza do “marketing de galho em galho”. Se sua loja não está vendendo o quanto você gostaria, você precisa investigar a fundo todas as possíveis causas e definir quais são as tarefas necessárias para resolver cada um dos problemas levantados.

Em seguida, você definirá qual ferramenta ou conjunto de ferramentas será necessário para cumprir cada uma dessas tarefas específicas.

Somente após cumprir as tarefas necessárias para fazer o seu site vender é que seu site irá vender.

Por tudo isso, faço o convite para que você pare de buscar soluções mágicas isoladas e comece a pensar em uma estratégia de marketing coerente a longo prazo, inteiramente voltada para seus objetivos de vendas, em que cada ferramenta valerá pela tarefa que vier a cumprir.

Preencha o formulário a seguir e entre em contato para começarmos a definir um conjunto integrado de tarefas de marketing para fazer o seu site vender.







Os comentários estão fechados.