Géssica Hellmann & Alex Oliveira

Missão: Registramos neste blog nossas pesquisas e nosso pensamento profissional sobre produção e marketing de conteúdo.



Siga-nos!

   Perfil no Google Plus Feeds RSS


Gostou? Divulgue!

Você tem um blog e gostou de nosso conteúdo? Adicione um botãozinho para nós em seu blogroll. Basta copiar o código a seguir!

O resultado será:
Pesquisa - Redação - Projetos Editoriais



Direitos Autorais

O conteúdo deste blog é protegido por direitos autorais. Se você quiser reproduzir na web qualquer conteúdo originalmente publicado aqui, lembre-se de atribuir a autoria a Géssica Hellmann & Cia. Ltda e incluir um link direto para página de onde copiou o conteúdo.
Licença Creative Commons

Licença Creative Commons
Para mais detalhes, consulte nossa página sobre Direitos Autorais

Protegido contra plágio

Protected by Copyscape Online Plagiarism Test


Marketing de conteúdo e relacionamento com clientes atuais e potenciais

Como sabemos, para realizar uma estratégia eficiente de marketing é preciso definir com precisão a quais clientes a empresa deseja servir e de que forma a empresa oferecerá valor a estes clientes. Em seguida, sua estratégia de comunicação de marketing deve ser orientada de modo a despertar o interesse desse público, fornecendo informações detalhadas sobre os benefícios e valores oferecidos pela empresa.

Marketing de conteúdo e relacionamento com clientes - Géssica Hellmann & Cia

Marketing de conteúdo e relacionamento com clientes – Géssica Hellmann & Cia

É importante também, priorizar a gestão de relacionamento com o cliente em todas as etapas do processo de compras, desde a consciência da necessidade até a experiência pós venda. A prioridade é prover a satisfação do cliente em toda a sua experiência com a marca.

A internet é um meio muito eficaz para realizar essa gestão de relacionamento com os clientes. Pesquisa recente da ComScore revela um aumento notável de 12% no número de usuários de internet na América Latina, um número maior do que o registrado em qualquer outra região do planeta.

O Brasil tem 89 milhões de internautas. As pessoas estão cada vez mais conectadas, cada vez mais ávidas por informações e conhecimento, cada vez mais receptivas a interações com as marcas.

As empresas e organizações de todo o mundo precisam estar conectadas e, mais do que nunca, prontas a criar valor e propiciar experiências lucrativas no relacionamento com a comunidade e seus clientes.

Uma tática muito eficiente utilizada por marcas de sucesso é a que chamamos de “marketing de conteúdo”. Fazer marketing de conteúdo é criar mensagens originais, informativas e úteis para ampliar o conhecimento da comunidade e de seus clientes sobre a sua empresa, os seus produtos e suas ofertas.

Segundo informações divulgadas por Lee Odden, renomado especialista em marketing digital,  86% das empresas B2C e 91% das empresas B2B já estão utilizando táticas de marketing de conteúdo em suas estratégia de marketing.

A publicação periódica de conteúdo em seus próprios sites e portais tem possibilitado a essas empresas investir num relacionamento mais duradouro com seus clientes. A internet permite que consumidores e marcas interajam com maior facilidade a qualquer hora em qualquer lugar.

Muitas empresas tem se destacado criando publicações editoriais especializadas em seu mercado. A American Express com seu Fórum e General Mills com o portal “Tablespoon (Colher de Sopa)” são grandes exemplos disso.

O que as empresas ganham ao adotar esse tipo de estratégia? Lee Odden destaca que, ao fornecer conteúdo e notícias que as fontes tradicionais (jornalismo tradicional) publicam de forma apenas superficial, as organizações conseguem ampliar e criar novas conexões com seus diversos públicos e clientes.

Adotando uma estratégia eficiente de marketing de conteúdo, você fortalecerá a imagem da sua empresa, revelando-se como especialista e referência em seu segmento. Ao ampliar o conhecimento da comunidade e de seu público-alvo sobre os valores que a marca oferece ao mercado, a empresa se torna mais apta a descobrir novas necessidades de seus clientes e a apresentar soluções diferenciadas. Em alguns casos, esse processo pode até resultar em novos modelos de negócio.

Quando sua estratégia de marketing de conteúdo envolve não somente o compartilhamento de conteúdo mas permite também que sua comunidade dê feedback através de interações diretas com a marca, a sua empresa estará capturando informações valiosas sobre seu mercado em tempo real. Essa interação é essencial para que você possa cada vez mais sintonizar a sua estratégia de comunicação de marketing , respondendo antecipadamente a dúvidas e apresentação soluções para todos os seus públicos.

Para saber mais como criar uma estratégia integrada de marketing de conteúdo para sua empresa, entre em contato através do formulário abaixo ou agende uma reunião por Skype.







Artigos relacionados

Cinco táticas para conquistar o consumidor brasileiro online

A empresa de consultoria em mídia US Media Consulting publicou recentemente uma série de artigos em português contendo análises a partir de pesquisas sobre o consumidor online brasileiro. Diante de uma fonte tão rica de informações procederemos a um esforço de reflexão para consolidar as principais consequências desses dados para o processo decisório em marketing online para as empresas brasileiras.

A maioria dos brasileiros de todas as classes sociais acredita que os produtos mais conhecidos são os de melhor qualidade. Fonte: US Media Consulting (2013) Gráfico por Géssica Hellmann & Cia.

A maioria dos brasileiros de todas as classes sociais acredita que os produtos mais conhecidos são os de melhor qualidade. Fonte: US Media Consulting (2013) Gráfico por Géssica Hellmann & Cia.

Razões e Motivações de Compra do Consumidor Brasileiro

O artigo intitulado simplesmente “Por que os brasileiros compram” faz um elenco de dados de diversos estudos sobre o comportamento de compra do consumidor brasileiro.

Só compra de quem conhece. Como alertamos neste blog desde agosto de 2009, a reputação de sua marca na internet é um dos fatores mais salientes na decisão de compra do consumidor. Em números, a reputação de uma marca é o fator de maior peso na decisão de compra de 49% dos brasileiros, sendo que dois terços dos brasileiros de todas as classes sociais preferem marcas consolidadas no mercado. Mais da metade dos brasileiros das classes A, B e C associam a popularidade de uma marca à qualidade do produto, número que chega a impressionantes 67% nas classes D/E.

Não resiste a uma boa pechincha. O brasileiro é extremamente sensível a descontos e ofertas: 83% tem o hábito de pesquisar o menor preço antes de comprar.

Gosta de produtos feitos para durar. 70% dos brasileiros são sensíveis ao “barato que sai caro”, considerando a durabilidade do produto além do preço em sua decisão de compra.

Amores antigos. O brasileiro estabelece relacionamentos de longo prazo com produtos e marcas: 75% afirmam que a experiência com um produto é determinante na decisão de compra.

A força da família. A opinião da família influencia 68% dos brasileiros contra 31% que se dizem influenciados pelos amigos.

Que estratégia adotar com base nesses dados

Os cinco dados apresentados acima representam um mapa estratégico de tudo o que é necessário fazer para conquistar o consumidor brasileiro.

Em primeiro lugar, torne-se conhecido. Como o brasileiro prefere comprar de quem conhece, você nunca pode investir demais em se tornar conhecido. A comunicação de marketing é, portanto, um fator-chave para quem deseja crescer no mercado brasileiro. Nesse contexto, cortar investimentos em publicidade em momentos de crise revela-se uma tática praticamente suicida.

Em segundo lugar, cuide do preço e da qualidade. Se puder, ofereça os preços mais baixos. Caso contrário, justifique a diferença de preço a seu favor como consequência da durabilidade de seu produto.

Terceiro, cultive relacionamentos. Como já dizíamos em junho de 2008 no artigo “Promova um relacionamento duradouro com seus clientes”, a empresa que deseja conquistar o consumidor brasileiro precisa ter uma visão de longo prazo, usando as redes sociais para enriquecer a experiência de consumo e aprofundar os vínculos positivos com a marca.

Finalmente, amplie sua estratégia de comunicação para que inclua entre os seus públicos de interesse, os principais influenciadores da decisão compra, com destaque especial para os membros da família.

Precisa de ajuda? Entre em contato pelo formulário a seguir.







Artigos relacionados

Dihitt: Como ser popular com o poder das notícias

No final de 2004, um site chamado Digg inaugurou a febre dos “social news”, os serviços agregadores sociais de notícias. Embora a versão atual do site esteja irreconhecível para quem o conheceu nos primórdios, o fato é que sua fórmula original formou escola e gerou milhares de clones ao redor do mundo em dezenas de idiomas. Embora a febre inicial tenha arrefecido ao longo dos últimos anos, os sites com melhor orientação estratégica consolidaram sua posição no mercado. No Brasil, a mais bem sucedida experiência no segmento é o Dihitt.

Dihitt: o mais bem sucedido serviço social de noticias do Brasil

Dihitt: o mais bem sucedido serviço social de noticias do Brasil

A melhor maneira de explicar o funcionamento do Dihitt é observar a imagem acima. Basicamente, o usuário registrado no Dihitt cadastra links para artigos encontrados em qualquer lugar da web em português. Essas notícias são vistas pelos demais usuários do Dihitt, que têm a opção de votar nas notícias que os agradem mais. Quando uma notícia recebe um número mínimo de votos, ela se torna “popular” e aparece em destaque na primeira página do Dihitt. Considerando que o Dihitt recebe muitos milhares de visitantes diariamente, é fácil entender que aparecer na primeira página do Dihitt é garantia de receber milhares de visitantes extras ao seu website.

Dihitt: oportunidades de relacionamento com formadores de opinião

O Dihitt conseguiu construir no Brasil uma sólida base de usuários fiéis, que o usam para divulgar seus próprios sites e blogs. Desta forma, é uma comunidade sempre muito movimentada, uma característica que as pessoas notam imediatamente: poucos minutos após criar uma nova conta você receberá dezenas de convites de amizade. Essa comunidade vibrante garante um grande número de oportunidades de interação e parcerias com formadores de opinião em praticamente todos os segmentos de negócios.

Parte do sucesso do Dihitt veio de sua política de ir além do simples compartilhamento de notícias, agregando serviços e recursos exclusivos que facilitam a vida do produtor de conteúdo. Por exemplo, é muito simples cadastrar o feed do seu blog no Dihitt, atualizando-o automaticamente a cada novo artigo que você publicar.

Especificamente para empresas, o Dihitt disponibiliza algumas ferramentas interessantes, como um cadastro de empresas, um diretório local e um sistema de compra coletiva.

O Dihitt oferece vários recursos para empresas, inclusive um sistema de compra coletiva segmentada geograficamente

O Dihitt oferece vários recursos para empresas, inclusive um sistema de compra coletiva segmentada geograficamente

Enfim, o Dihitt evoluiu para tornar-se muito mais do que um simples sistema agregador social de notícias, tendo adquirido características de rede social fortemente orientada para negócios e parcerias de ajuda mútua, oferecendo uma infinidade de formas criativas de promover produtos e serviços.







Artigos relacionados

Pesquisa: líderes devem engajar-se nas mídias sociais

Líderes empresariais devem engajar-se nas mídias sociais - Imagem por Géssica Hellmann

Líderes empresariais devem engajar-se nas mídias sociais – Imagem por Géssica Hellmann

Como vimos no último artigo, os próprios executivos de marketing têm consciência dos benefícios das mídias sociais para sua estratégia de negócios. Porém, muitos líderes empresariais e executivos do topo da hierarquia das empresas permanecem ausentes das mídias sociais, embora já seja possível observar a presença constante de alguns desses, sendo um bom exemplo brasileiro o perfil de Eike Batista no Twitter. Assim, surge a questão inevitável: a participação de líderes empresariais nas mídias sociais pode ou não beneficiar suas empresas?

Em busca de respostas a essa questão, a empresa BrandFog realizou um estudo consistindo de 13 perguntas dirigidas a centenas de funcionários de todos os níveis hierárquicos de empresas cujo porte variava desde startups a empresas presentes nas 500 maiores empresas do ranking da Fortune, abrangendo uma ampla seleção de setores e regiões geográficas. Acompanhe a seguir o principais resultados dessa pesquisa.

  • Preparo para desafios: 81% dos respondentes afirmaram que os líderes empresariais engajados nas mídias sociais estão mais bem equipados para liderar suas empresas no mundo da web 2.0.
  • Relacionamentos melhores: A maioria dos respondentes acredita que os líderes que participam das mídias sociais podem estabelecer melhores relacionamentos com clientes (89,3%), funcionários (84,7%) e investidores (66,3%).
  • Comunicação, imagem e transparência: A participação dos líderes empresariais nas mídias sociais conduz a melhor comunicação (78%), melhor imagem da marca (71%) e maior transparência (64%).
  • Importância estratégica: O engajamento do CEO nas mídias sociais é considerado muito importante para a empresa por 86% dos respondentes.
  • Confiança: 82% acreditam ser mais fácil confiar em uma empresa cujos líderes participem nas mídias sociais.
  • Intenção de compra: 77% são mais inclinados a comprar das empresas com maior participação das lideranças nas mídias sociais.
  • Valores e reputação da empresa: 93% veem melhorias na comunicação dos valores corporativos, na moldagem da reputação da empresa e na capacidade de liderar em tempos de crise.
  • Imagem da marca: Nada menos que 94% veem melhorias significativas na imagem da marca.
  • Responsabilidade social: A comunicação dos valores de responsabilidade social da empresa é melhorada para 92% dos respondentes.
  • Ambiente de trabalho: 78% dos respondentes declaram sua preferência por trabalhar nas empresas com maior participação dos líderes nas mídias sociais.

Após essas 10 perguntas sobre a percepção, a BrandFog dirigiu 3 questões sobre a atuação real dos executivos e da empresa em que os respondentes trabalhavam.

  • Atuação da empresa nas mídias sociais: as mídias mais citadas foram o Facebook (81%), o Twitter (79,3%), o Linkedin (72%) e o blog corporativo (56%).
  • Atuação do CEO nas mídias sociais: Comparativamente, a atuação do CEO nas redes sociais é baixa, sendo mais frequente no Twitter (50,3%), no Linkedin (47%), no Facebook (45%) e no blog corporativo (38%).
  • Presença dos líderes nas mídias sociais da empresa: As respostas mais frequentes revelaram a presença do CEO em 47,4% dos casos e de nenhum executivo de topo em 30,2% das respostas.

A conclusão inevitável desse estudo é a de que embora a participação dos líderes nas mídias sociais envolvam grande consumo de tempo e uma certa dose de risco que vem do excesso de exposição, é fato que os líderes empresariais dos próximos anos deverão incluir entre suas habilidades a capacidade de expor estrategicamente sua própria imagem e nome nessas mídias. Cada vez mais, funcionários e clientes esperam que os líderes empresariais sejam capazes de expor, defender e vender suas ideias, práticas e produtos, endossando com sua imagem as ações de suas empresas. Assim, se você é um líder empresarial e ainda faz ideia de como iniciar sua atuação nas mídias sociais, entre em contato através do formulário a seguir.







Artigos relacionados

Qualidade no atendimento em serviços: indo além da solução de problemas

Qualidade no atendimento a clientes: uma pequena surpresa pode comover e fidelizar seus clientes tanto quanto sua competência técnica - Foto por Géssica Hellmann

Qualidade no atendimento a clientes: uma pequena surpresa pode comover e fidelizar seus clientes tanto quanto sua competência técnica – Foto por Géssica Hellmann

 

O artigo “Qualidade de atendimento em serviços: resolva o problema dos seus clientes” é um dos mais visitados deste blog. Sendo assim, abordar novamente esse tema com um caso prático é nossa maneira de responder a essa intensa necessidade do mercado e à crescente demanda dos profissionais, estudantes, pesquisadores e empresários por casos ilustrativos interessantes para o marketing de serviços.

É desnecessário enfatizar a imensa importância da contabilidade na gestão empresarial. Sendo assim, na hora de selecionar uma empresa para prestar serviços de assessoria e consultoria contábil para a Géssica Hellmann & Cia, estabelecemos um conjunto de rigorosos critérios de qualidade que resultaram na contratação da Centerconta. Uma escolha que nos deixa muito tranquilos, pois sabemos que podemos contar  com os amplos conhecimentos teóricos e longa experiência prática da equipe, além de refinada competência técnica e absoluta correção ética profissional.

Mas esses são apenas os aspectos que, academicamente, são chamados de fatores “insatisfacientes” na relação com uma empresa de contabilidade. Em linguagem simples, são fatores cuja ausência provoca insatisfação, mas cuja presença, por si só, não é suficiente para provocar satisfação. Entre os fatores “satisfacientes“, isto é, cuja presença provoca satisfação, na relação com empresas de serviços, encontramos a capacidade de humanizar a relação, mantendo um comportamento de alto padrão de profissionalismo acompanhado da lembrança de que os clientes não são apenas “clientes”: são seres humanos que apreciam as manifestações sinceras de consideração pessoal.

A foto com que abrimos este artigo é um exemplo claríssimo desse conceito. Uma lembrança-surpresa de aniversário, entregue em meu escritório, no primeiro dia útil após o aniversário. Em cada detalhe, do cartão de felicitações ao cuidado na embalagem e no lacinho, está presente uma mensagem simples e comovente, que surpreende e acende o desejo de prolongar a parceria por mais alguns anos. À Centerconta, nossos parabéns por mais essa prova de sua atenção até aos menores detalhes da qualidade do atendimento na prestação de seus serviços.







Artigos relacionados