Géssica Hellmann & Alex Oliveira

Missão: Registramos neste blog nossas pesquisas e nosso pensamento profissional sobre produção e marketing de conteúdo.



Siga-nos!

   Perfil no Google Plus Feeds RSS


Gostou? Divulgue!

Você tem um blog e gostou de nosso conteúdo? Adicione um botãozinho para nós em seu blogroll. Basta copiar o código a seguir!

O resultado será:
Pesquisa - Redação - Projetos Editoriais



Direitos Autorais

O conteúdo deste blog é protegido por direitos autorais. Se você quiser reproduzir na web qualquer conteúdo originalmente publicado aqui, lembre-se de atribuir a autoria a Géssica Hellmann & Cia. Ltda e incluir um link direto para página de onde copiou o conteúdo.
Licença Creative Commons

Licença Creative Commons
Para mais detalhes, consulte nossa página sobre Direitos Autorais

Protegido contra plágio

Protected by Copyscape Online Plagiarism Test


Quer vender? Ofereça às pessoas o que elas querem comprar!

Por Karin Ronchi

Diz Jeffrey Gitomer, especialista em marketing e vendas: “As pessoas não gostam que você venda para elas, mas elas adoram comprar.”

Quantas vezes você já foi a uma loja onde foi muito bem atendido e gostou tanto do produto que não teve opção além de levá-lo? Por outro lado, quantas vezes só de olhar para a expressão do vendedor você teve vontade de dar meia volta sem sequer olhar o que ele tinha a oferecer?

Sempre que vivenciamos uma dessas experiências, a tendência é logo pensar que o bom vendedor é um “vendedor nato”. Ledo engano, a maioria dos excelentes vendedores não trouxe essa vantagem do berço.  Com o devido treinamento, todos podemos nos tornar bons vendedores.

Em seu livro “Como fazer amigos e influenciar pessoas”, Dale Carnegie afirma que “Falar em termos dos interesses da outra pessoa, traz benefícios para ambas as partes”. Nesse livro, considerado “A Bíblia do Vendedor”, o autor relata histórias que comprovam que existem ferramentas e princípios que podemos utilizar até fazer delas um hábito.

Então você se pergunta: isso significa que todos aqueles bons vendedores apenas “aprenderam a vender”? Embora muitas pessoas tenham maior facilidade em lidar com pessoas desde infância, a verdade é que os princípios gerais que fazem um bom vendedor são conhecidos e podem ser aprendidos por qualquer pessoa. Você pode se surpreender, mas uma das frases motivacionais mais úteis que você pode adotar para si mesmo é: “Se não sou capaz, torno-me”!

Estamos na era digital: como transportar todo esse conhecimento para vendermos na Internet? Eu respondo: com um bom plano de marketing em Mídias Sociais!

O Blog Corporativo é, sem sombra de dúvida, o maior canal de comunicação da empresa com seus clientes. Na internet, o Blog é o nosso vendedor! Cabe a nós prover conteúdo para que ele ganhe sucessivamente o título de “vendedor do mês”!

Veja o caso do Blog de Decoração das Casas Bahia:

Blog de decoração da Casas Bahia

Blog de decoração da Casas Bahia

Em um de nossos artigos, sugerimos a decoração de um quarto para dois irmãos. Em meio a uma abordagem simples dessa necessidade de muitas família e diversas dicas práticas é que apresentamos o mobiliário. Esse blog é um sucesso porque não oferece o que ele quer vender, e sim o que você quer comprar!

Quer ver um exemplo? Comprovamos isto pelos comentários dos clientes, confiram:

Comentários no blog de Decoração da Casas Bahia

Comentários no blog de Decoração da Casas Bahia

A sua empresa tem um blog que venda para você? Ele mostra soluções para os seus clientes? Ele oferece os produtos que você quer vender ou os que os clientes querem comprar? Entre em contato já através do formulário a seguir e coloque em prática os princípios dos melhores vendedores em seu marketing na internet.







Artigos relacionados

Marketing em Mídias Sociais

Neste artigo, vou apresentar algumas reflexões sobre duas ideias de Rohit Bhargava.

Ideia #1 – Investir em marketing em mídias sociais, no diálogo com seus clientes não é abrir mão do controle sobre sua comunicação.

Sua empresa tem opinião, mas seus clientes também têm. Seus clientes dialogam na Internet esteja você ou não presente na conversa. Para conseguir que as pessoas a pensem como você, você primeiramente precisa ouvi-las com atenção, valorizar sua opinião e, então, começar a dialogar.

Cito aqui uma frase de Dale Carnegie: “Um mal entendido nunca termina pela discussão, mas pela tática, diplomacia, conciliação e um desejo simpático de ver o ponto de vista da outra pessoa”.

Duas dicas essenciais:

1 – Sempre que iniciar uma conversa, procure fazê-lo de uma maneira amigável.

2 – Busque os pontos de concordância. Mantenha a outra pessoa dizendo “sim” desde o início da conversa. Respostas afirmativas fazem com que as pessoas se sintam mais confiantes em falar com você e mais propensas a aceitar suas ideias.

Investir no diálogo em mídias sociais é, em alguns casos, compartilhar o poder com seus clientes, conquistando evangelizadores para sua marca. Com o advento da Internet, o mercado tornou-se realmente globalizado. Você já sabe que sua marca e sua imagem corporativa, com o investimento certo em marketing em mídias sociais, pode alcançar na Internet novos territórios geográficos. O que você precisa saber é que as mídias sociais possibilita a conquista de admiradores para sua marca.

Ideia #2 – O mais importante não é o número de seguidores ou fãs em redes sociais

O ponto fundamental é conquistar um subconjunto de seguidores estratégicos, com potencial de se transformar em evangelizadores para sua marca. Essas são as pessoas que farão por iniciativa própria um marketing viral positivo para a sua imagem corporativa.

É preciso também ter uma estratégia para cada serviço de mídias sociais que você deseja se engajar. Acima de tudo: alimente esses canais com conteúdo original, atraente e informativo. Quando falamos em conteúdo original e atraente, nos referimos ao verdadeiro segredo do sucesso na web: o casamento de imagem e texto. As imagens cativam e conquistam a fantasia, mas é o texto que aparece na maioria das buscas Google e é digitando texto que as pessoas encontram as respostas às suas perguntas.

Assim, se você está disposto a participar do diálogo, compartilhando informações úteis com os clientes de forma a cativá-los para que se transformem em evangelizadores de sua marca, um novo horizonte se abrirá para sua empresa, com grande número de novos mercados posicionando-se ao seu alcance.

Precisa de ajuda? Entre em contato pelo formulário abaixo!







Artigos relacionados

Não critique, não condene, não se queixe

Capa do livro "Como fazer amigos e influenciar pessoas", de Dale Carnegie

Capa do livro “Como fazer amigos e influenciar pessoas”, de Dale Carnegie

A atividade de mídias sociais envolve direta e prioritariamente o relacionamento com pessoas. Ontem reli o primeiro capítulo do best-seller “Como fazer amigos e influenciar pessoas” de Dale Carnegie. Este livro foi escrito em 1937, para servir como manual de apoio aos cursos de relações humanas e falar em público, que o autor ministrava nos EUA. No entanto, o livro extrapolou seus objetivos iniciais e tornou-se um dos maiores best-sellers internacionais de todos os tempos, sendo traduzido para quase todos os idiomas.

Apesar de geralmente ser vendido como livro de auto-ajuda, considero esse livro um clássico manual profissional de marketing pessoal.

Destaquei algumas das citações do autor que considero importantíssimas para a base de um relacionamento duradouro:

“A crítica é fútil, porque coloca um homem na defensiva, e, comumente, faz com que ele se esforce para justificar-se. A crítica é perigosa, porque fere o precioso orgulho do indivíduo, alcança o seu senso de importância e gera o ressentimento”.

“B.F. Skinner, o mundialmente famoso psicólogo, através de seus experimentos, demonstrou que um animal que é recompensado por bom comportamento aprenderá com maior rapidez e reterá o conteúdo aprendido com maior habilidade que um animal do que é castigado por mau comportamento. Estudos recentes mostram que o mesmo se aplica ao homem”.

“Você conhece alguém a quem deseja modificar, aconselhar e melhorar? Excelente! Isso é muito bom. Estou inteiramente a favor. Mas por que não começar por si mesmo? De um ponto de vista eminentemente egoísta é muito mais proveitoso do que experimentar melhorar os outros”.

“Se você e eu quisermos evitar amanhã um ressentimento que poderá prolongar-se por décadas e durar até a morte, sejamos indulgentes e não critiquemos, pois assunto nenhum justifica a crítica.”

“Quando tratarmos com pessoas, lembremo-nos sempre que não estamos tratando com criaturas de lógica. Estamos tratando com criaturas emotivas, criaturas suscetíveis às observaçoes norteadas pelo orgulho e pela vaidade”.

“Qualquer idiota pode criticar, condenar e queixar-se – e a maioria dos idiotas faz isso.

Mas é preciso ter caráter e autocontrole para ser complacente e saber perdoar”.

No marketing em mídias sociais, temos que aprender a fazer amigos e influenciar pessoas. Este princípio é o primeiro passo para o sucesso!

Precisa de ajuda? Entre em contato pelo formulário abaixo!







Artigos relacionados