Géssica Hellmann & Alex Oliveira

Missão: Registramos neste blog nossas pesquisas e nosso pensamento profissional sobre produção e marketing de conteúdo.



Siga-nos!

   Perfil no Google Plus Feeds RSS


Gostou? Divulgue!

Você tem um blog e gostou de nosso conteúdo? Adicione um botãozinho para nós em seu blogroll. Basta copiar o código a seguir!

O resultado será:
Pesquisa - Redação - Projetos Editoriais


Direitos Autorais

O conteúdo deste blog é protegido por direitos autorais. Se você quiser reproduzir na web qualquer conteúdo originalmente publicado aqui, lembre-se de atribuir a autoria a Géssica Hellmann & Cia. Ltda e incluir um link direto para página de onde copiou o conteúdo.
Licença Creative Commons

Licença Creative Commons
Para mais detalhes, consulte nossa página sobre Direitos Autorais

Protegido contra plágio

Protected by Copyscape Online Plagiarism Test


Por que Google em vez de Yahoo!, MSN, Altavista…?

Arquivos: ,

Autor: Alex Oliveira | Data: 26/12/2006 |

Eis uma pergunta justa que pede uma resposta simples, objetiva e direta. O gráfico abaixo fala por si mesmo:

Gráfico 1 – Participação no Mercado de Buscas

Participação de mercado dos buscadores em 2007 - Fonte: Marketshare Hitslink - Imagem adicionada em 08/12/2012, para substituir a original, que foi perdida durante mudanças de servidor

Participação de mercado dos buscadores em 2007 – Fonte: Marketshare Hitslink – Imagem adicionada em 08/12/2012, para substituir a original, que foi perdida durante mudanças de servidor

Fonte:Market Share for Net Applications

Veja só: o Google Estados Unidos tem 51% de participação no mercado mundial de buscas na Internet. Num MUITO distante segundo e terceiro lugares, vêm Yahoo! e MSN (Windows Live), somando 15,21%.

Em seguida, outros sites Google somam mais 7,35% na participação do Grande G. Naqueles 15,88% em que entram os “outros” (“Other”), entram todo o resto que você pensar, inclusive outros sites da própria rede Google: Brasil, Portugal, Argentina, China, o que mais você pensar.

Ou seja, o grande G é o líder inconteste. Uma fatia fina de um bolo grande alimenta mais do que uma fatia grande de um bolo pequeno.

Essa liderança não é de graça. O primeiro mandamento do webmaster é “pense como internauta”.O que você espera de uma ferramenta de busca – um “buscador”?

Você espera digitar uma expressão qualquer e achar o que estava procurando instantaneamente. De preferência, no topo da página de resultados.

O Google foi a primeira ferramenta de busca a conseguir isso. Antigamente, você perdia horas aprendendo lógica booleana (argh!) para apenas para obter páginas e mais páginas
de resultados irrelevantes antes de encontrar o que queria.

E isso quando encontrava alguma coisa.

O resultado foi que ele rapidamente ganhou a preferência dos internautas. Deixou os concorrentes comendo poeira… E obrigou-os a imitá-lo.

Pouco importa, na verdade,qual é o “novo algoritmo” do Yahoo! ou a mais nova avançadíssima tecnologia “Live”inventada pela Microsoft. O que todos eles pretendem fazer é oferecer aos internautas o que todos nós desejamos: o resultado que você estava procurando, instantaneamente.

Assim, de uma forma ou de outra, todas as ferramentas de busca acabam utilizando os mesmos critérios para avaliar páginas da web. O que muda é o PESO de cada critério no algoritmo de cada buscador.

Assim, para uma expressão de busca, seu site pode aparecer em quarto lugar no Google, em primeiro no Yahoo! e em décimo no MSN (Windows Live).

Mas, no fundo, se otimizar seu site para liderar resultados no Google, você estará, por tabela,otimizando seu site para todos os demais.

Eventualmente, seu site não vai liderar as pesquisas do Sapo, do IG ou do UOL. Que pena… Basta enxugar as lágrimas e aguardar aquele usuário se cansar de olhar páginas e mais páginas de resultados inúteis (não vai demorar muito) e encontrar seu site nos buscadores que realmente oferecem resultados relevantes instantaneamente.

Precisa de ajuda? Entre em contato pelo formulário abaixo!







Os comentários estão fechados.