Géssica Hellmann & Alex Oliveira

Missão: Registramos neste blog nossas pesquisas e nosso pensamento profissional sobre produção e marketing de conteúdo.



Siga-nos!

   Perfil no Google Plus Feeds RSS


Gostou? Divulgue!

Você tem um blog e gostou de nosso conteúdo? Adicione um botãozinho para nós em seu blogroll. Basta copiar o código a seguir!

O resultado será:
Pesquisa - Redação - Projetos Editoriais



Direitos Autorais

O conteúdo deste blog é protegido por direitos autorais. Se você quiser reproduzir na web qualquer conteúdo originalmente publicado aqui, lembre-se de atribuir a autoria a Géssica Hellmann & Cia. Ltda e incluir um link direto para página de onde copiou o conteúdo.
Licença Creative Commons

Licença Creative Commons
Para mais detalhes, consulte nossa página sobre Direitos Autorais

Protegido contra plágio

Protected by Copyscape Online Plagiarism Test


Nielsen: branding será a tática mais adotada em 2013

Arquivos: , ,

Autor: Géssica Hellmann | Data: 07/08/2013 |


Dados do mais recente relatório de pesquisa do instituto Nielsen, intitulado “2013 Online Advertising Outlook” (“Perspectivas para a Publicidade Online 2013”), dão sustentação ao argumento de que, cada vez mais, é imperativo proteger sua marca de más companhias adotando apenas as melhores práticas de marketing online. Segundo o levantamento, realizado junto a executivos graduados de anunciantes, agências e meios de comunicação, nada menos que 63% dos profissionais declaram que vão aumentar o investimento em “branding”, sendo que o valor esse crescimento será maior do que 20% para 1/5 das empresas pesquisadas. Veja a seguir um resumo dos principais resultados:

Gráfico 1 - Publicidade de marca supera publicidade de resposta direta na internet. Fonte: Nielsen (2013). Gráfico por Géssica Hellmann & Cia.

Gráfico 1 – Publicidade de marca supera publicidade de resposta direta na internet. Fonte: Nielsen (2013). Gráfico por Géssica Hellmann & Cia.

  • 48% dos gerentes de marca vão realocar verba da TV para o vídeo online.
  • Quase 70% vão aumentar os gastos tanto em mídias sociais quanto em publicidade móvel.
  • 69% pretendem investir em métodos e técnicas para aumentar a clareza com relação ao retorno real do investimento em publicidade.
  • As métricas mais citadas como indicadores de retorno sobre investimento foram vendas (78%) e indicadores de imagem da marca reunidos sob o termo guarda-chuva “brand lift” (55%).
  • As principais expectativas dos profissionais de marketing, agências e planejadores de mídia incluem o alinhamento entre o objetivo de marketing primário e a métrica estabelecida para medir o desempenho da campanha, a colaboração direta entre a agência e o vendedor de mídia para melhorar os resultados da campanha e a otimização para as variáveis de desempenho mais adequadas.
  • O volume investido em publicidade de marca será equivalente ao alocado em publicidade de resposta direta, com 64% das empresas investindo em um mix com ambos os tipos de publicidade.
  • O investimento em publicidade de marca crescerá mais rápido (63%) do que o investimento em publicidade de resposta direta (51%) em 2013 na comparação com 2012.
  • A proporção de profissionais que vão aumentar ou manter o investimento em 2013 em cada mídia é a seguinte:
    1. Publicidade em mídias sociais: 99%
    2. Publicidade em mídias móveis: 89%
    3. Publicidade em vídeo: 88%
    4. Publicidade “rich media”: 73%
    5. Publicidade convencional com banners, pop-ups e técnicas semelhantes: 67%
    6. TV online/IPTV: 33%

Consequências para as empresas brasileiras

Durante muito tempo, a web foi encarada como uma “feira livre” em que qualquer um poderia obter sucesso caso dispusesse de visibilidade suficiente.

A ascensão do marketing de conteúdo e da publicidade de branding mostra que um número cada vez maior de empresas está se conscientizando de que o consumidor está cada vez mais perceptivo e exigente na web.

O consumidor digital pesquisa a marca no Google, lê blogs, fóruns e comentários nas redes sociais sobre as marcas e, quando não gosta do que vê, não compra. De fato as empresas precisam consolidar uma estratégia de comunicação na internet que seja capaz de, ao mesmo tempo, vender produtos e fortalecer a imagem da marca.

Para você que está disposto a encarar seriamente e vencer esse desafio, entre em contato pelo formulário a seguir.







Artigos relacionados

Os comentários estão fechados.