Géssica Hellmann & Alex Oliveira

Missão: Registramos neste blog nossas pesquisas e nosso pensamento profissional sobre produção e marketing de conteúdo.



Siga-nos!

   Perfil no Google Plus Feeds RSS


Gostou? Divulgue!

Você tem um blog e gostou de nosso conteúdo? Adicione um botãozinho para nós em seu blogroll. Basta copiar o código a seguir!

O resultado será:
Pesquisa - Redação - Projetos Editoriais



Direitos Autorais

O conteúdo deste blog é protegido por direitos autorais. Se você quiser reproduzir na web qualquer conteúdo originalmente publicado aqui, lembre-se de atribuir a autoria a Géssica Hellmann & Cia. Ltda e incluir um link direto para página de onde copiou o conteúdo.
Licença Creative Commons

Licença Creative Commons
Para mais detalhes, consulte nossa página sobre Direitos Autorais

Protegido contra plágio

Protected by Copyscape Online Plagiarism Test


Mídias Sociais: uma estrutura estratégica pela McKinsey

Arquivos: , , , , ,

Autor: Géssica Hellmann | Data: 26/04/2012 |


Na última semana, a consultoria McKinsey publicou um interessante artigo intitulado “Demystifying social media” (Desmistificando a Mídia Social), que apresenta conclusões a partir da experiência desses profissionais com as práticas de mídias sociais de seus clientes, além de um estudo original sobre o comportamento de compra do consumidor que batizaram de “Jornada de Compra”. Vale seguir os passos da argumentação dos autores e complementar com observações próprias sobre a realidade empresarial brasileira.

Mídias Sociais: pare de experimentar e comece a agir estrategicamente

Uma primeira observação de alto impacto para os empresários brasileiros é a constatação de que, considerando a experiência e os dados que já estão acumulados sobre o marketing nas mídias sociais, não faz mais sentido tratá-las como se fossem um “experimento”. É imperativo adotar uma abordagem estratégica capaz de canalizar o poder das mídias sociais em benefício da empresa.

A questão é que, segundo os autores, e também de acordo com nossa própria experiência e observações, a maioria dos executivos não têm a mínima ideia de como aproveitar o poder das mídias sociais. Os autores apontam duas causas para essa dúvida.

Em primeiro lugar, é difícil estabelecer uma política para como e quando influenciar as conversas dos consumidores sobre marcas, considerando a diversidade e a dispersão de comunidades e plataformas em que elas ocorrem. Além disso, um tema pode se espalhar rapidamente e desaparecer em seguida, enquanto outros temas podem gerar conversas por meses ou anos. O segundo motivo apontado pelos autores refere-se à ausência de uma unidade de medida unificada de resultados capaz de justificar o emprego intensivo de recursos humanos e financeiros a essa tarefa.

As 4 tarefas essenciais do marketing em mídias sociais

Para superar essa ambiguidade e fornecer uma estrutura clara para avaliação de investimentos, planejamento, estruturação e desempenho, os autores identificaram as 4 tarefas básicas que podem ser cumpridas nas mídias sociais. São elas:

1. Monitorar

É a tarefa passiva de acompanhar constantemente o que está sendo dito sobre a marca, a empresa, seus produtos. É uma tarefa permanente, que deve ser executada de forma ininterrupta. Mesmo sem entrar em contato com os consumidores diretamente, um programa de monitoramento deve ser capaz de informar à empresa sobre todos os aspectos que circundam sua marca, possibilitando antecipar-se a crises e identificar oportunidades em estado latente.

2. Responder e Reagir

Em determinado momento, a empresa pode ser conveniente passar da observação à ação, respondendo de forma pessoal e direta aos comentários dos usuários das redes sociais, por exemplo, para descobrir oportunidades de vendas ou prestar serviços ao cliente no pós-venda. Na maior parte dos casos, essa tarefa exerce um papel no gerenciamento de crises. Esta é uma tarefa cuja importância tende a crescer, já que as respostas proverão uma oportunidade de gerenciar percepções sobre a marca, neutralizando o efeito dos comentários negativos e reforçando o efeito dos comentários positivos.

3. Amplificar

“Amplificar” é a tarefa de marketing que se dirige a motivar os clientes a compartilhar e engajar-se em torno de sua marca. Isto significa que os conceitos centrais das campanhas em mídias sociais devem convidar os clientes a uma experiência que eles possam estender através de uma conversa sobre a marca, o produto ou a empresa com outros clientes e entusiastas. Uma vez que o cliente tenha decidido comprar o produto, a empresa pode usar as mídias sociais para amplificar o engajamento dos clientes e desenvolver a lealdade à marca, desenvolvendo e mantendo comunidades sobre marcas e produtos com o objetivo de resolver a ansiedade pós-compra, assegurando aos clientes sobre a qualidade de sua decisão de compra e fornecendo informações sobre como obter o máximo do produto adquirido.

4. Liderar

As mídias sociais podem ser usadas proativamente para liderar consumidores ao longo de mudanças comportamentais a longo prazo, uma tarefa que pode envolver o aumento da consciência da marca através da canalização de audiência para conteúdo sobre produtos e serviços existentes e criar burburinho em torno de lançamentos de produtos.

Finalmente, as mídias sociais também podem ser usadas para solicitar as opiniões pós-compra dos clientes, levando a uma de pesquisa de baixo custo para desenvolvimento e melhoria de produtos.

Um mapa estratégico para as ações em mídias sociais

Sendo assim, os executivos não podem mais tratar as mídias sociais como uma tarefa auxiliar. Uma política consistente de mídias sociais abre o caminho para excelentes oportunidades de:

1 – Criar novos ativos para a marca, como conteúdo criado por consumidores ou ideias a partir de seu feedback,
2 – Abrir novos canais para interações,
3 – Reposicionar completamente uma marca através da interação da empresa com seus clientes e demais públicos de interesse.

Ao articular as 4 tarefas básicas do marketing em mídias sociais com as fases do processo de compra do consumidor, os autores formataram um “mapa do terreno” essencial para orientação estratégica, definição de atividades, objetivos, investimento, desempenho e retorno.

Figura 1 – Mapa estratégico do marketing em mídias sociais. Fonte: McKinsey Quarterly.

Figura 1 – Mapa estratégico do marketing em mídias sociais. Fonte: McKinsey Quarterly.

Embora seja possível atuar em todos os pontos do mapa ao mesmo tempo, na prática cada empresa deve identificar em seu próprio mercado quais são os pontos críticos em seu em que ela tem maior probabilidade de obter os melhores resultados e focalizar seus esforços em ações nesses pontos-chaves.

O impacto das mídias sociais deve ser medido muito além de métricas frias de volume de tráfego: é possível e necessário determinar a” nuvem de burburinho” em torno da marca e então calcular como a mídia social poderá ser usada para induzir o comportamento de compra, usando esse conhecimento como fundamento para todas as ações que serão desenvolvidas a seguir.

Precisa de ajuda para deixar de experimentar em mídias sociais e definir sua estratégia de ação? Entre em contato através do formulário a seguir!







Artigos relacionados

Os comentários estão fechados.