Géssica Hellmann & Alex Oliveira

Missão: Registramos neste blog nossas pesquisas e nosso pensamento profissional sobre produção e marketing de conteúdo.



Siga-nos!

   Perfil no Google Plus Feeds RSS


Gostou? Divulgue!

Você tem um blog e gostou de nosso conteúdo? Adicione um botãozinho para nós em seu blogroll. Basta copiar o código a seguir!

O resultado será:
Pesquisa - Redação - Projetos Editoriais


Direitos Autorais

O conteúdo deste blog é protegido por direitos autorais. Se você quiser reproduzir na web qualquer conteúdo originalmente publicado aqui, lembre-se de atribuir a autoria a Géssica Hellmann & Cia. Ltda e incluir um link direto para página de onde copiou o conteúdo.
Licença Creative Commons

Licença Creative Commons
Para mais detalhes, consulte nossa página sobre Direitos Autorais

Protegido contra plágio

Protected by Copyscape Online Plagiarism Test


Marketing de conteúdo lidera o mercado B2B dos EUA

Arquivos: , ,

Autor: Géssica Hellmann | Data: 30/11/2012 |

Pesquisa realizada pela empresa Curata junto a 450 profissionais de marketing atuantes no mercado B2B dos Estados Unidos confirma a tendência de ascensão do marketing de conteúdo para consolidar-se como a estratégia líder no segmento. Veja a seguir os principais achados desse estudo.

Evolução das estratégias de marketing B2B nos EUA. Fonte: Curata - Gráfico por Géssica Hellmann & Cia.

Evolução das estratégias de marketing B2B nos EUA. Fonte: Curata – Gráfico por Géssica Hellmann & Cia.

  • O marketing de conteúdo foi a única ferramenta de marketing cuja adoção apresentou crescimento, entre 2011 e 2012, de 82 para 87%. O marketing de conteúdo é mais adotado do que marketing de busca, eventos, RP e publicidade, como se pode conferir no gráfico acima.
  • Os três objetivos de marketing mais citados são, ano após ano, criar oportunidades de vendas (82%), estabelecer liderança de pensamento (42%) e ampliar a consciência da marca (40%).
  • Os três objetivos de marketing de conteúdo mais citados são engajar clientes, conquistar liderança de pensamento e gerar vendas. Uma mudança importante em 2012 foi a ascensão do objetivo de conquistar liderança de pensamento, ao lado das expressivas quedas na adoção dos objetivos de gerar vendas e aumentar a visitação do site da empresa. Confira os detalhes no gráfico a seguir.
    Objetivos do programa de marketing de conteúdo - Fonte: Curata - Gráfico por Géssica Hellmann & Cia.

    Objetivos do programa de marketing de conteúdo – Fonte: Curata – Gráfico por Géssica Hellmann & Cia.

  • Os principais desafios enfrentados na execução dos programas de marketing de conteúdo são orçamento insuficiente (27%), equipe reduzida (25%) e produção de novo conteúdo (21%).
  • 57% afirmaram estar usando curadoria de conteúdo, isto é, a republicação de conteúdo criado por terceiros.
  • Um resultado curioso foi o empate entre as respostas à seguinte pergunta: “Você acredita que seu programa de curadoria de conteúdo foi criado para produzir o resultado que você usa como medida de sucesso”? Um total de 43% afirmaram que sim, enquanto outros 43% afirmaram que não medem o sucesso do programa. Apenas 14% responderam “não” a essa pergunta.
  • 29% afirmaram ter observado um aumento de até 25% no número de leads em consequência de seus programas de marketing de conteúdo.

Esta pesquisa reforça a percepção crescente de que o marketing de conteúdo é a solução mais eficaz e economicamente viável para as empresas do mercado B2B mesmo em um contexto tão intensamente competitivo como o dos EUA. Agora considere o contexto brasileiro, em que a maior parte das empresas ainda engatinha na web, muitas vezes perseguindo objetivos tão modestos quanto fazer de seus sites meras versões online de seus catálogos impressos. Não é preciso pensar muito para concluir que as empresas brasileiras do segmento B2B que saírem na frente com disposição de liderar a produção de conteúdo em seus segmentos rapidamente ocuparão todos os melhores espaços, deixando aos competidores a difícil tarefa de encontrar e disputar entre si as menores fatias do mercado em nichos minimamente lucrativos.

Precisa de ajuda? Entre em contato pelo formulário abaixo!







Os comentários estão fechados.