Géssica Hellmann & Alex Oliveira

Missão: Registramos neste blog nossas pesquisas e nosso pensamento profissional sobre produção e marketing de conteúdo.



Siga-nos!

   Perfil no Google Plus Feeds RSS


Gostou? Divulgue!

Você tem um blog e gostou de nosso conteúdo? Adicione um botãozinho para nós em seu blogroll. Basta copiar o código a seguir!

O resultado será:
Pesquisa - Redação - Projetos Editoriais



Direitos Autorais

O conteúdo deste blog é protegido por direitos autorais. Se você quiser reproduzir na web qualquer conteúdo originalmente publicado aqui, lembre-se de atribuir a autoria a Géssica Hellmann & Cia. Ltda e incluir um link direto para página de onde copiou o conteúdo.
Licença Creative Commons

Licença Creative Commons
Para mais detalhes, consulte nossa página sobre Direitos Autorais

Protegido contra plágio

Protected by Copyscape Online Plagiarism Test


Marketing de conteúdo para o setor de hotelaria e turismo

Arquivos: ,

Autor: Géssica Hellmann | Data: 22/08/2012 |


Capítulo 1 – A força do marketing de conteúdo é um fato: aceite-o ou seja atropelado por ele

Em primeiro lugar, gostaria que você observasse atentamente a apresentação acima (se preferir, faça download clicando aqui). Trata-se de uma coletânea com 16 notícias, a maioria bastante recente, sobre as muitas coisas interessantes que o mercado de turismo e hotelaria tem feito e discutido no campo do marketing de conteúdo em mídias sociais. Você verá que os principais congressos e eventos do setor já incluem, desde o ano passado, painéis para debater as melhores formas de uso das técnicas de mídias sociais.

Nossa intenção ao compilar esse clipping é mostrar, de forma direta e reta, que não é mais possível imaginar o marketing em turismo e em hotelaria sem as mídias sociais. Esse não é mais um assunto sobre o qual caiba discussão, debate, persuasão ou discordância de pontos de vista, pois os peso dos fatos já atropelou tudo isso.

A decisão é, portanto, entre seguir ou ficar para trás. Entre avançar ou ser atropelado.

Capítulo 2 – O dilema da verba: quanto investir em marketing de conteúdo nas mídias sociais?

Sobre valores – os famosos “custos” que são o pesadelo de todo anunciante, recomendo especial atenção à notícia número 3: “Campanha turística chama atenção em redes sociais com meme famoso”. Observe que o diretor de marketing da Embratur não reluta em afirmar, com um sorriso de orelha a orelha, que gasta R$ 59 mil em redes sociais todos os meses:

“A relação custo-benefício é excelente, não se compara com a divulgação em mídias tradicionais como a televisão e os veículos impressos. Muita gente se baseia na opinião dos internautas, os ‘posts’ são muito compartilhados”
– Walter Vasconcelos, diretor de marketing da Embratur

Que valor se deve investir, portanto? A resposta é: depende do resultado que se quer obter. Quem quiser investir 10 vezes menos do que a Embratur, deverá se contentar com um resultado, na melhor das hipóteses, 10 vezes menor. E vice-versa.

Capítulo 3 – Por onde começar minha campanha de marketing de conteúdo?

A posição oficial de nossa empresa sobre esse assunto é clara, tão clara que a tornamos pública desde 14 de setembro de 2009, em um artigo intitulado Comece por um blog. Um trecho para sua apreciação:

“Comece por um blog: tecnologia simples, muitas boas ferramentas gratuitas, fáceis de criar e atualizar. Desde que você tenha um conteúdo agradável, informativo, original e otimizado você terá maiores chances de conseguir seguidores e fãs fiéis”.

Mais ainda: de 2009 para cá, uma série de pesquisas têm indicado que a presença de um blog no site da empresa aumenta o número de visitantes ao site e aumenta o número de negócios gerados pelo site (até 88% para negócios voltados ao consumidor, segundo a empresa Hubspot).

Não por acaso os blogs têm sido o sol em torno do qual gira a estratégia de mídia social de muitas empresas. Com um blog como foco de atração de clientes e visitantes ao funcionar como centro primário de produção de conteúdo, a empresa consegue expandir sua atuação para as outras redes com muito maior naturalidade ao expandir a estratégia mais ampla do blog para adaptar-se às características e limitações das outras mídias.

O blog também permite que a expansão para outras mídias seja mais eficiente, ao centralizar a produção de conteúdo para as diversas mídias em torno de eixos temáticos.

Finalmente, o blog permite que a expansão para outras mídias tenha menor custo, ao dispensar a necessidade de criar vários centros produtores de conteúdo para cada mídia.

Capítulo 4 – Como é o serviço de blog prestado por nossa empresa?

A nossa solução de blog para empresas é tão completa que a chamamos de PowerBlog.

O trabalho de criar e implantar um PowerBlog para a sua empresa tem 8 etapas

1. Instalação do WordPress no seu servidor. Esta etapa pode ficar a cargo do seu webmaster. Desse ponto em diante, todo o trabalho de atualização, administração e manutenção do blog ficará a nosso cargo.

2. Design do blog. Fica sob nossa inteira responsabilidade, a partir da instalação do WordPress no seu domínio.

3. Configuração do blog. Instalação de plugins, otimização do código-fonte para buscadores, política antispam, entre outras.

4. Planejamento editorial: Nesta etapa, definimos como serão os artigos dos seu PowerBlog e quais comentários de leitores deverão ser publicados.

5. Criação e publicação do conteúdo: podemos trabalhar tanto de forma independente, criando o conteúdo sob nossos próprios critérios, quanto sob sua orientação, destacando produtos prioritários, mensagens especiais ou outros conteúdos que sejam de seu interesse imediato.

6. Divulgação do conteúdo através de links (link building): após cada publicação, divulgamos seu blog em todas as mídias sociais para que o conteúdo seja cada vez mais conhecido, ganhando popularidade e visibilidade no Google.

7. Rotina de publicações: Publicaremos regularmente artigos em seu blog durante um período mínimo de 12 meses, sempre em datas predeterminadas, sem interrupções para feriados ou datas especiais.

8. Relatório mensal de desempenho (web analytics): Os resultados do trabalho são completamente transparentes, com relatórios mensais de desempenho indicando os, pontos a melhorar e as oportunidades a explorar. Um guia completo para tomada de decisão!

Capítulo 5 – Precisa de exemplos práticos?

Em http://gehspace.com/mileniomoveis/ você pode ver no backup do blog que criamos para a Milênio Móveis, uma aplicação do marketing de conteúdo para o segmento de móveis de alto padrão.

Em http://gehspace.com/informa/, você pode ver o backup do blog que criamos para o InformaGroup Latin America. Observe a variedade de temas e segmentos de mercado que abordamos nessa publicação.

Este mesmo blog que você está lendo agora é um exemplo de nossa capacidade de produção de conteúdo sobre os mais diversos temas, totalizando 240 postagens. A primeira postagem é datada de 23 de dezembro de 2006!

Achou pouco? Então confira a variedade de temas que abordamos em nosso portal de blogs http://gehspace.com/arte-cultura/, sempre com artigos em profundidade, demonstrando nossa capacidade de pesquisa e comunicação sobre qualquer tema.

Você também pode conferir o blog de Decoração das Casas Bahia, para o qual já produzimos nossa centésima postagem

Capítulo 6 – Quanto custa?

Não existe uma “tabela de preços” para marketing de conteúdo de blog, já que se trata um serviço personalizado, não um produto padronizado que você pode pegar numa prateleira. Mas podemos esclarecer, sim, quais são os componentes do preço.

De início, é preciso instalar e configurar o blog e proceder à criação/adaptação do design, entre outras atividades essenciais para que o blog fique pronto para a primeira postagem. Vale observar que o custo é muito mais baixo caso o cliente opte pelo uso de um layout disponível nos repositórios oficiais do WordPress. Caso o cliente opte pelo uso de uma versão premium, para incluir maior poder de personalização e recursos especiais, o preço será definido em função da complexidade do trabalho.

Note que esse serviço inicial é realizado e pago uma única vez.

Após a configuração e a personalização do layout, o blog está pronto para a primeira publicação. A partir desse ponto, o preço é função do número de publicações mensais, refletindo também a complexidade do tema, a disponibilidade de informações por parte do cliente, entre outros fatores. O preço por publicação pode incluir pesquisa, deslocamentos para entrevistas, produção de fotos,  criação de imagens e vídeos, redação, otimização, divulgação e relatório mensal, com possibilidade de descontos para contratos com grande número de publicações mensais.

Capítulo 7 – Qual o número ideal de publicações?

O número de publicações tem relação direta com a rapidez com que o blog se tornará popular e bem visitado. Nossos testes mostram que um blog com 4 publicações mensais e somente a divulgação básica pode levar 3 meses para atingir 100 visitas diárias, enquanto um blog com 2 publicações mensais pode levar 6 meses para atingir o mesmo resultado. Já um blog com 8 publicações mensais pode chegar a 100 visitas diárias em pouco mais de um mês, possivelmente antes. Evidentemente, esses resultados podem variar muito conforme a existência ou não de divulgação de apoio, intensidade da concorrência, efeito viral do conteúdo produzido, entre outros fatores.

Capítulo 8 – É possível mudar o número de publicações durante o contrato?

A experiência mostra que uma produção regular ao longo do tempo tende a produzir resultados melhores do que uma produção por “pulsos” irregulares. De qualquer forma, havendo necessidade, é possível sim alterar o número de publicações durante a vigência do contrato, desde que essas alterações sejam notificadas com antecedência, de acordo com as condições estipuladas no próprio contrato.

Capítulo 9 – Qual a duração do contrato?

Para efeito de atualização de valores, o contrato tem duração de 12 meses. Entretanto, é possível interromper a execução do serviço durante esse período, nos termos estabelecidos no próprio contrato.

Capítulo 10 – Quando começamos?

Aí depende só de você! O primeiro passo é entrar em contato através do formulário a seguir!







Artigos relacionados

Os comentários estão fechados.