Géssica Hellmann & Alex Oliveira

Missão: Registramos neste blog nossas pesquisas e nosso pensamento profissional sobre produção e marketing de conteúdo.



Siga-nos!

   Perfil no Google Plus Feeds RSS


Gostou? Divulgue!

Você tem um blog e gostou de nosso conteúdo? Adicione um botãozinho para nós em seu blogroll. Basta copiar o código a seguir!

O resultado será:
Pesquisa - Redação - Projetos Editoriais



Direitos Autorais

O conteúdo deste blog é protegido por direitos autorais. Se você quiser reproduzir na web qualquer conteúdo originalmente publicado aqui, lembre-se de atribuir a autoria a Géssica Hellmann & Cia. Ltda e incluir um link direto para página de onde copiou o conteúdo.
Licença Creative Commons

Licença Creative Commons
Para mais detalhes, consulte nossa página sobre Direitos Autorais

Protegido contra plágio

Protected by Copyscape Online Plagiarism Test


Marketing de Conteúdo: a guerra pela influência (parte 1)

Arquivos: , ,

Autor: Géssica Hellmann | Data: 05/03/2013 |


A Technorati Media, um dos maiores empreendimentos de mídia social do mundo, decidiu atualizar seu tradicional relatório “State of the Blogosphere” e consolidá-lo em um novo formato intitulado “Digital Influencer Report” (Relatório do Influenciador Digital). O novo relatório apresenta informações obtidas em levantamentos realizados junto a amostras de 6.000 influenciadores, 1.200 consumidores e 150 profissionais de marketing. Como o relatório é bastante extenso, com grande volume de informações interessantes, dividimos a comunicação dos principais resultados em 3 artigos. Neste primeiro artigo, apresentamos as principais considerações estratégicas e táticas de mídia social segundo os profissionais de marketing consultados pela Technorati Media.

Gráfico 1 - Mídias sociais com maior presença de marcas comerciais. Fonte: Technorati Media (2013). Gráfico por Géssica Hellmann & Cia.

Gráfico 1 – Mídias sociais com maior presença de marcas comerciais. Fonte: Technorati Media (2013). Gráfico por Géssica Hellmann & Cia.

Parte 1 – Estratégias e Táticas de Marketing de Conteúdo em Mídias Sociais

  • 60% dos profissionais de marketing preveem um aumento médio de 40% no investimento em marketing de conteúdo em mídias sociais em 2013.
  • Apenas 10% do orçamento de marketing online são atualmente destinados à mídia social. 75% são aplicados principalmente em publicidade de exibição em resultados de buscas e em vídeo.
  • 57% do orçamento de marketing em mídias sociais são aplicados no Facebook, seguido por Youtube e Twitter, com 13% cada um. Em seguida vêm os blogs, absorvendo 6% do orçamento, e os influenciadores de opinião, com 5%.
  • O ranking das mídias sociais com maior presença de marcas comerciais é encabeçado pelo Facebook, que arregimenta 91% das marcas pesquisadas, seguido por Twitter (85%), Youtube (73%), Pinterest (41%), Linkedin (33%), Blogs (32%), Instagram (29%) e Google+ (26%).
  • Número de profissionais de marketing que preveem o aumento no investimento nas diversas mídias: Mídias móveis (79%), Publicidade em Mídias Sociais (59%), Vídeo (59%), Buscas (37%), Publicidade de Exibição (31%), Programmatic Buying (21%).
  • O valor do aumento médio previsto no investimento em cada mídia é o que se segue: Publicidade de Exibição (73%), Buscas (52%), Mídias móveis (37%), Mídias Sociais (37%), Vídeo (30%), Programmatic Buying (17%).
  • 55% dos profissionais declaram ter atingido seus objetivos de mídia em suas campanhas. Os objetivos são descritos em uma ampla variedade de unidades de medida, confira no gráfico 2.
    Objetivos de comunicacao nas midias sociais. Fonte: Technorati Media (2013). Gráfico por Géssica Hellmann & Cia.

    Objetivos de comunicacao nas midias sociais. Fonte: Technorati Media (2013). Gráfico por Géssica Hellmann & Cia.

  • 65% dos profissionais de marketing desenvolvem ações de marketing junto a influenciadores de opinião. Os critérios mais influentes na hora de selecionar um influenciador para representar a marca são, do mais usado para o menos usado: (1) número de curtidas no Facebook, (2) número de seguidores no Twitter, (3) número de amigos no Facebook, (4) índice de audiência Nielsen ou Comscore do blog, (5) número de visitantes únicos e (6) número de page-views do blog.
  • Os critérios menos influentes na hora de avaliar os influenciadores de opinião foram, ainda seguindo o critério de posicionar os mais influentes no início da lista: (1) número de seguidores no Pinterest, (2) número de seguidores no Instagram, (3) Klout Score, (4) conexões no Linkedin, (5) Peer Index, (6) Technorati Authority e (7) Kred Score.

Consequências para o empresário brasileiro

O quadro montado por esta primeira parte da pesquisa Technorati é consistente com os de outras pesquisas publicadas neste blog ao longo dos últimos meses. Não resta mais dúvida de que 2013 será o ano da explosão do marketing de conteúdo, com número cada vez maior de marcas atuando de forma cada vez mais intensa em número cada vez maior de mídias diferentes, ampliando progressivamente o seu alcance e sua credibilidade.

Nesse contexto, a velha tática de criar um perfil no Facebook e atualizá-lo esporadicamente na esperança de conseguir um surpreendente “efeito viral” verá sua eficiência reduzir-se até desaparecer.

Podemos esperar que as empresas vão enfrentar competição cada vez mais profissional nas mídias sociais, tanto no lado da produção do conteúdo como da estratégia subjacente.

Sendo assim, urge tomar a decisão de assumir a liderança e ocupar o seu espaço enquanto é possível fazê-lo a custo relativamente reduzido, criando uma forte barreira financeira à entrada de novos competidores em seu mercado.

Precisa de ajuda para conquistar espaço para sua marca com marketing de conteúdo nas mídias sociais? Entre em contato pelo formulário a seguir!







Artigos relacionados

Os comentários estão fechados.