Linkedin: o papel do evangelista da marca no marketing B2B

Como sua empresa pode marcar posição no Linkedin, fortalecendo o relacionamento com os principais influenciadores e tomadores de decisão? A chave está em aliar estrategicamente as duas grandes forças da comunicação de marketing na internet: o Marketing de Conteúdo e o Marketing de Relacionamento com clientes atuais e futuros.

Linkedin: estratégia de marketing B2B - imagem por Géssica Hellmann
Linkedin: estratégia de marketing B2B – imagem por Géssica Hellmann

O Linkedin é, mundialmente, a maior rede profissional da Internet. Lá você encontrará os executivos de todas as empresas da Fortune 500. Só no Brasil, já somos mais de 13 milhões de usuários ativos.

O Linkedin é uma excelente rede para ampliar a visibilidade de sua marca, fortalecer o seu relacionamento com os clientes atuais e interagir com os principais tomadores de decisão nos mais diversos segmentos. Deste modo, trata-se de uma ferramenta preferencial para todos os que estejam engajados no desafio de conquistar e manter clientes no mercado B2B.

No Linkedin, como em todas as suas outras ações de comunicação, você deve ter como foco o seu público-alvo. Seu objetivo é apresentar conteúdo relevante para atender às necessidades de informação dos diferentes estágios de prontidão para compra em que cada cliente se encontre.

Um fator fundamental para um eficiente  Marketing de Relacionamento a que poucas marcas têm dado a devida atenção é a definição de quem será o evangelista de sua marca. O evangelista é a pessoa responsável por gerenciar e monitorar as conversações estabelecidas nas mídias sociais – incluindo o Linkedin – que envolvam a sua marca, os seus produtos e o seu mercado de atuação.

Lembramos também que a participação do evangelista, em sua posição como “defensor da marca”, deve ir além da interação ou da publicação do conteúdo  na página oficial da empresa no Linkedin. O evangelista precisa também estar ativo onde o seu público se faz presente, zelando especialmente pela participação em grupos e comunidades. Veja a seguir alguns exemplos, extraídos de casos reais:
[checklist]

  • Em uma indústria de lingerie, o papel do evangelista é garantir a presença da marca através de um comportamento participativo/contributivo em grupos de varejo de moda.
  • No caso de uma indústria de equipamentos para construção civil, o papel do evangelista foi participar em grupos voltados a discussões sobre infraestrutura, engenharia e construção civil.
  • O evangelista de uma empresa do segmento contábil deve estar preparado para participar de grupos que reúnam CEOS, diretores e gerentes financeiros.

[/checklist]
Desenvolvendo um trabalho de marketing de conteúdo direcionado aos diferentes públicos-alvo e interagindo de forma programada e direta com os tomadores de decisão, o evangelista de sua marca oferecerá a você a oportunidade de fortalecer o relacionamento com clientes atuais, informando e oferecendo soluções, reforçando a lembrança da marca, coletando feedback e, acima de tudo, influenciando diretamente o tomador de decisão.

No Linkedin, você não precisa passar por gatekeepers (telefonista, pela secretária, estagiários, assistentes) sem poder de decisão antes de finalmente chegar ao tomador de decisão.

O Marketing de Relacionamento no Linkedin soma-se ao Marketing de Conteúdo para ampliar as oportunidades de vendas, tornando-se o processo como um todo mais simples e rentável. Afinal, o evangelista da marca desempenha a importantíssima função de “preparar o terreno” para o contato direto de sua equipe de vendas, o tomador de decisão receberá seus vendedores de uma forma muito mais positiva. Após um cuidadoso trabalho de preparação no Linkedin, o seu vendedor não será apenas o “Fulano de Tal, vendedor”, mas o bem vindo representante de uma marca que o tomador de decisão já conhece e admira.

O evangelista da marca interage em nome da empresa nas redes sociais tem o papel de facilitador, de abrir caminho, fortalecendo o relacionamento entre a marca e os tomadores de decisão.

A pessoa responsável pelo gerenciamento da marca nas redes sociais, além de ser boa comunicadora, deve ter excelente habilidade em relações humanas.

[highlight]Nunca é demais lembrar que as empresas são compostas por pessoas.[/highlight]

Entre em contato pelo formulário abaixo e comece já a implementar uma estratégia vencedora de Marketing de Relacionamento e Marketing de Conteúdo para influenciar os principais tomadores de decisão, abrindo incríveis oportunidades para que sua equipe comercial conquiste novos clientes e detecte um mundo de oportunidades de novos negócios.

[si-contact-form form=”1″]