Géssica Hellmann & Alex Oliveira

Missão: Registramos neste blog nossas pesquisas e nosso pensamento profissional sobre produção e marketing de conteúdo.



Siga-nos!

   Perfil no Google Plus Feeds RSS


Gostou? Divulgue!

Você tem um blog e gostou de nosso conteúdo? Adicione um botãozinho para nós em seu blogroll. Basta copiar o código a seguir!

O resultado será:
Pesquisa - Redação - Projetos Editoriais


Direitos Autorais

O conteúdo deste blog é protegido por direitos autorais. Se você quiser reproduzir na web qualquer conteúdo originalmente publicado aqui, lembre-se de atribuir a autoria a Géssica Hellmann & Cia. Ltda e incluir um link direto para página de onde copiou o conteúdo.
Licença Creative Commons

Licença Creative Commons
Para mais detalhes, consulte nossa página sobre Direitos Autorais

Protegido contra plágio

Protected by Copyscape Online Plagiarism Test


Google: quem não aparece nas primeiras páginas de resultados, não existe na Internet!

Arquivos:

Autor: Alex Oliveira | Data: 23/12/2006 |

Tanto faz. Você pode ser um empresário que quer mostrar o quanto sua empresa é importante ou encontrar um novo canal de vendas na Internet. Pode ser que você já tenha um site comercial quer explorar ao máximo o seu canal de vendas por comércio eletrônico – o famoso e-commerce. Talvez você seja um aspirante a escritor, um escritor ou jornalista consagrado, um designer ou artista plástico: em qualquer hipótese você quer e precisa mostrar seu trabalho ao mundo. Talvez ainda você não tenha maiores ambições além de manter um blog em que quer compartilhar suas idéias e opiniões com outras pessoas interessantes.

Não importa qual é sua situação ou objetivo: se o Google não sabe que você existe, seu site ou blog não existe na Internet.

O comportamento do usuário da web mudou muito nos últimos anos. Hoje em dia, a maior parte dos internautas procura uma ferramenta de busca – em mais de 90% dos casos, essa ferramenta começa com “www.google…” – escreve uma frase e espera que a ferramenta encontre o que ele deseja. De preferência, logo no primeiro resultado. Ou, no máximo, na primeira página. Quando esses usuários não encontram o que querem logo na primeira página de resultados, a maior parte deles experimenta digitar outra frase, sem perder tempo em espiar a segunda página de resultados.

Ou seja, os endereços de web são mais visitados quanto mais perto do topo da primeira página de resultados eles aparecerem em uma pesquisa específica.

Quanto mais distante do topo estiver o seu site, menos visitas ele terá. Quanto mais distante da primeira página, menos visitas ainda.

Logo, seu objetivo como webmaster deve ser fazer o seu site aparecer na primeira página de resultados do Google. De preferência, no topo.

Há duas maneiras de fazer isso. Uma opção é pagar para aparecer em links patrocinados.

Outra, é adotar técnicas de SEO – Search Engine Optimization (Otimização para Ferramentas de Busca), otimizar o seu site para que ele apareça sempre entre os primeiros resultados das pesquisas.

Não sei quanto a você, mas não gosto de pagar pelo que posso obter de graça.

Ao usar técnicas de SEO, você não só obtém volume de tráfego para seu site ou blog, mas obtèm tráfego qualificado, audiência segmentada.

Em bom português: as pessoas que visitarem seu site estarão procurando exatamente o que você está oferecendo!

Acho que não preciso apresentar mais argumentos. Se você não acha que é uma boa idéia conseguir tráfego qualificado para seu site sem desembolsar um único centavo, bem… há quem não goste de chocolate suíço e prefira suco de jiló.

Este blog é dedicado a quem quer aprender técnicas de otimização em ferramentas de busca. É um espaço em que vou ensinar o que aprendi em dois anos de estudos, experiências, erros e acertos. E também espero trocar experiências, ler críticas, sugestões, estudos de casos… Pois sempre há alguém que saiba mais do que eu sobre qualquer assunto.

É isso o que torna a web tão dinâmica, interessante e motivadora. Eu sei algo que você não sabe, você sabe algo que não sei… E vamos aprendendo juntos, melhor e mais rápido do que em qualquer livro ou banco de escola.

Este blog também servirá como objeto para experiências e estudo de caso. Os resultados que obtiver com ele, os erros e acertos, serão compartilhados com você, para acabar de vez com essa história de “quem não sabe, ensina”.

Minha filosofia é diferente: quem sabe, faz e ensina.

Então, vamos aprender a liderar o Google? Arregace as mangas, pois não há mágica nesse campo: apenas conhecimento, técnica, aplicação, experiências, tentativas, erros e correções de rota. Mas não custa nada além disso e os resultados podem tilintar na sua carteira.

Precisa de ajuda? Entre em contato pelo formulário abaixo!







Os comentários estão fechados.