Géssica Hellmann & Alex Oliveira

Missão: Registramos neste blog nossas pesquisas e nosso pensamento profissional sobre produção e marketing de conteúdo.



Siga-nos!

   Perfil no Google Plus Feeds RSS


Gostou? Divulgue!

Você tem um blog e gostou de nosso conteúdo? Adicione um botãozinho para nós em seu blogroll. Basta copiar o código a seguir!

O resultado será:
Pesquisa - Redação - Projetos Editoriais



Direitos Autorais

O conteúdo deste blog é protegido por direitos autorais. Se você quiser reproduzir na web qualquer conteúdo originalmente publicado aqui, lembre-se de atribuir a autoria a Géssica Hellmann & Cia. Ltda e incluir um link direto para página de onde copiou o conteúdo.
Licença Creative Commons

Licença Creative Commons
Para mais detalhes, consulte nossa página sobre Direitos Autorais

Protegido contra plágio

Protected by Copyscape Online Plagiarism Test


Conteúdo, mídias sociais e publicidade: modo de usar

Arquivos: , , , , , , ,

Autor: Alex Oliveira | Data: 29/01/2013 |


Como já foi dito anteriormente neste blog, não existe uma ferramenta de comunicação melhor do que as demais, sendo incontestável o fato de que a melhor abordagem é sempre o emprego de múltiplos canais de comunicação em uma estratégia coerente de comunicação e marketing integrado. Por isso, vamos explorar neste artigo algumas formas de integração de múltiplas ferramentas em um mix estratégico de marketing de conteúdo, marketing em mídias sociais e campanhas publicitárias.

O primeiro passo é entender a diferença fundamental entre a simples comunicação multicanais e o marketing integrado. Observe a figura 1.

Figura 1 - Marketing Multicanais sem Integração. Imagem por Géssica Hellmann & Cia.

Figura 1 – Marketing Multicanais sem Integração. Imagem por Géssica Hellmann & Cia.

Na figura 1, vemos a situação típica de uma empresa emprega uma estratégia de comunicação multicanais sem integração. Nessa estratégia, a empresa se dedica, em cada canal, a perseguir um objetivo de comunicação isolado para um público-alvo diferente dos demais. Embora seja possível pensar em diversos motivos legítimos para usar estratégia em determinados casos específicos, o fato é que, na maior parte das vezes, trata-se de um imenso desperdício de recursos que gera resultados muito aquém do verdadeiro potencial. Observe agora uma estratégia bem diferente na figura 2.

Figura 2 - Marketing Integrado Multicanais. Imagem por Géssica Hellmann & Cia.

Figura 2 – Marketing Integrado Multicanais. Imagem por Géssica Hellmann & Cia.

Principais pontos a observar na figura 2:

  • Atrair em vez de perseguir. A direção das setas sugere que, em vez de perseguir os públicos, os diferentes canais foram planejados para servir como focos de atração dos diferentes públicos.
  • Alcance ampliado. Cada canal amplia o alcance da comunicação como um todo, ao atingir pessoas que não seriam alcançadas pelos demais.
  • Engajamento ampliado. Cada canal representa a entrada de um “funil” de comunicação que conduz uma parcela do público atingido por uma mídia a conhecer e envolver-se com as mensagens das demais mídias.

A ideia central de uma política de marketing integrado é criar diversas portas de entrada para os públicos visados pela empresa. Por exemplo, caso seu objetivo seja captar novos clientes, pouco importará para você saber se os clientes chegaram até sua empresa através das mídias sociais, da publicidade ou em busca de seu conteúdo: seja qual for a porta de entrada, todos os seus clientes potenciais devem ser conduzidos a engajar-se com os seus conteúdos em outras mídias até chegar ao ponto central, de intersecção entre todas as mídias, que é a conquista de um novo cliente.

É importante lembrar que um passo crucial da integração entre diferentes mídias é que cada uma delas comunique a presença das demais. Por exemplo, sempre que possível, a publicidade e o conteúdo veiculados pela empresa devem informar ao público a presença da marca nas mídias sociais. De maneira análoga, os canais de conteúdo e as mídias sociais podem e devem ser usados para amplificar e repercutir as campanhas publicitárias. Finalmente, o conteúdo produzido pela empresa pode ter um efeito muito mais eficiente se for adequadamente divulgado e promovido com campanhas publicitárias específicas e ampla divulgação viral nas mídias sociais.

Finalmente, vale explicar aos estudiosos e especialistas que, como este não é um artigo acadêmico, tomamos algumas liberdades com relação à terminologia. Empregamos a palavra “canal” como sinônimo de “mídia” ou “meio de comunicação” e, a palavra “marketing”, como uma forma mais sintética de nos referir ao “mix de comunicação de marketing” ou “composto de comunicação mercadológica”. Temos visto também a expressão “comunicação de marketing integrado” ou “marketing integrado” sendo chamada de “comunicação 360 graus”, um termo que parece estar mais na moda das agências hoje em dia.

De qualquer forma, o que fará realmente diferença para sua empresa não são as palavras usadas pela sua agência, mas a execução impecável de sua campanha de comunicação na internet. Portanto, se você precisa de ajuda para planejar e executar uma campanha de marketing integrado – digo, “comunicação 360 graus”! – para sua empresa, entre em contato através do formulário a seguir.







Artigos relacionados

Os comentários estão fechados.