Géssica Hellmann & Alex Oliveira

Missão: Registramos neste blog nossas pesquisas e nosso pensamento profissional sobre produção e marketing de conteúdo.



Siga-nos!

   Perfil no Google Plus Feeds RSS


Gostou? Divulgue!

Você tem um blog e gostou de nosso conteúdo? Adicione um botãozinho para nós em seu blogroll. Basta copiar o código a seguir!

O resultado será:
Pesquisa - Redação - Projetos Editoriais



Direitos Autorais

O conteúdo deste blog é protegido por direitos autorais. Se você quiser reproduzir na web qualquer conteúdo originalmente publicado aqui, lembre-se de atribuir a autoria a Géssica Hellmann & Cia. Ltda e incluir um link direto para página de onde copiou o conteúdo.
Licença Creative Commons

Licença Creative Commons
Para mais detalhes, consulte nossa página sobre Direitos Autorais

Protegido contra plágio

Protected by Copyscape Online Plagiarism Test


Clientes confiam mais em sites do que em anúncios (Nielsen)

Arquivos: , , , , , ,

Autor: Géssica Hellmann | Data: 06/11/2012 |


Estudo global divulgado pelo instituto Nielsen em setembro deste ano reforça uma percepção corriqueira entre os profissionais de marketing: a maioria dos consumidores confia pouco em qualquer forma de publicidade. Mas mesmo esses consumidores costumam confiar mais em anúncios de mídias tradicionais, como rádio, TV, outdoor, revistas e jornais do que nos anúncios online.

Por outro lado, os websites das empresas desfrutam de confiança muito superior a qualquer forma de publicidade, seja tradicional ou online, perdendo apenas para recomendações de amigos e avaliações de consumidores publicadas na internet. Veja na figura a seguir um resumo dos diferentes níveis de confiança do consumidor nas diferentes fontes de informação sobre empresas e produtos.

Confianca do consumidor em diferentes midias publicitarias. Fonte: Nielsen - setembro de 2012

Confianca do consumidor em diferentes mídias publicitarias. Fonte: Nielsen – setembro de 2012

Isso não significa que a publicidade deva ser abandonada, diz Randall Beard, diretor de soluções de publicidade em nível global da Nielsen. Afinal, a publicidade paga alcança rapidamente um grande número de pessoas, o que a torna uma ferramenta sempre valiosa. O desafio é desenvolver formas de integrar a publicidade paga a outras formas de comunicação não-paga para melhorar a confiança e aumentar os resultados gerais, em vez de tratá-las como mídias mutuamente exclusivas. Um exemplo prático muito interessante desse efeito apresentado pelo estudo mostra como a exposição do consumidor ao website da empresa triplicou as vendas de um anúncio online.

Conquistar a confiança dos clientes envolve muito mais do que criar um anúncio confiável. É necessário desenvolver uma combinação ótima de mídias próprias (websites, blogs e outros canais controlados pela empresa), mídias sociais (redes sociais e outros canais de terceiros onde a empresa se faça presente lado a lado com os consumidores) e mídias pagas (publicidade, merchandising) de modo a amplificar a confiança do consumidor pelo efeito conjunto da combinação de mídias a que ele foi exposto.







Artigos relacionados

Os comentários estão fechados.