45% dos consumidores pagam mais por responsabilidade social

Pesquisa global realizada pelo instituto Nielsen junto a 28.000 consumidores de 58 países revela que 50% dos consumidores estão dispostos a pagar mais caro por produtos de empresas “socialmente responsáveis”, um aumento de 5 pontos percentuais em relação à pesquisa de 2011.

50% dos consumidores em nível global aceitam pagar mais por produtos socialmente responsaveis. Fonte: Nielsen (2013) - Gráfico por Géssica Hellmann & Cia
50% dos consumidores em nível global aceitam pagar mais por produtos socialmente responsaveis. Fonte: Nielsen (2013) – Gráfico por Géssica Hellmann & Cia

Esse aumento na disposição de pagar mais por produtos “socialmente responsáveis” foi observado junto a homens e mulheres de todas as faixas etárias. A maior probabilidade foi detectada entre os indivíduos com menos de 30 anos, sendo observável um aumento de 38% em relação a 2011 na faixa entre 40 e 44 anos.

Geograficamente, essa tendência se manifesta entre maior número de pessoas nas Filipinas, Tailândia e Indonésia, enquanto na Europa atinge apenas 36%, o menor valor observado na pesquisa.

Com relação aos gastos efetivos, isto é, a conversão da intenção de pagar em compra real, 43% dos consumidores investigados no estudo afirmam já ter pago mais por produtos de empresas “socialmente responsáveis”, uma diferença de apenas 7 pontos percentuais em relação ao total dos que se declaram dispostos a pagar.

Consequências para as empresas brasileiras

A responsabilidade social é mais uma daquelas boas qualidades que não pode ser escondida embaixo do colchão. De fato, se a sua empresa está realmente engajada em atividades que resultam em benefícios tangíveis à sociedade, você precisa divulgar amplamente essas ações para colher os benefícios em termos comerciais e financeiros com a conquista da preferência do consumidor.

Em todos os lugares, mas especialmente nas redes sociais, a ideia de que a empresas precisam agir como “boas cidadãs” contagia os consumidores e se espalha por todas as classes sociais. Como se pode ver em mais esse estudo Nielsen, o fenômeno está ocorrendo simultaneamente em todo o globo.

Não é mais possível deixar a sua empresa fora desse jogo de influência, em que o destino de seus negócios está sendo decidido diariamente em discussões em linhas do tempo, feeds de notícias, fóruns, blogs e em centenas de outros canais.

Sua única opção, hoje, é escolher se quer liderar esse movimento ou se deseja permanecer a reboque dos acontecimentos.

Caso sua opção seja liderar o debate em seu mercado, entre em contato pelo formulário a seguir.

[si-contact-form form=’1′]